terça-feira, 27 de janeiro de 2009

Comprovado: FERNANDO AOKI é o cara mais sortudo do mundo!!!

Henrique Taiyo atira para matar.
E Fernando Aoki ainda joga tinta em cima!



Zé Mauro Trevisan faz FanART também...
mas de outro autor é a
primeira vez que estou vendo

Eu sou um cara agraciado com uma sorte ABSURDA!


Não é possível um sujeito se enfiar em tanta roubada e não apenas sair ileso como também até com algum lucro! Os fatos:



  1. Simulação - Sérgio Peixoto storyboard, Fernando Aoki arteTenho um chefe bastante exigente, do tipo que me manda refazer os trabalhos até ficar do jeito que ele acha que tem que ser. E me enche o saco quando eu tento resolver o trabalho matado!!! E toca a ter mais refação! E me pega no pé a toda hora pra eu parar de fazer as coisas no automático e usar mais a cabeça antes de sair disparando que nem um doido com esse pique de tentar resolver tudo na louca sem o menor planejamento (mexemos com projetos gráficos e comunicação visual). Cadê a sorte nisso? Simples, além das chicotadas me deixarem esperto, e me fazerem ganhar uma pusta experiência que repercute na qualidade do trabalho, este sujeito com jeito de carrasco já me defendeu meu emprego aqui em mais de uma ocasião, e ainda por cima é o primeiro a defender a coisa da GRANA e do reconhecimento pelo mérito do nosso serviço aqui na empresa. Pasto um pouco, claro, mas porra, isso é ou não é sorte?!


  2. Tive bastante contato com músicos profissionais que batalhavam pelo seu lugar ao sol. Miriam Maria, CD Rosa Fervida em MelEu era arroz de festa dos shows, e de tanto sair com a moçada, acabava conhecendo os amigos dos amigos, os outros músicos, etc. E sempre arranjava convite para ver show na faixa.
    Eu adorava o Orquidário do preto véio. Gosto até hoje, aliás!Calculo por baixo que conheci com certeza, de frequentar a casa e fazer amizade, QUARENTA profissionais entre instrumentistas, vocalistas, compositores, atores profissionais e até produtores musicais. De famoso mesmo, só o Itamar Assumpção, o Tom Zé, e o Hugo Possolo, do grupo "Parlapatões, Patifes e Paspalhões". O ponto: tinha gente de tudo quanto é nível de trabalho musical, os feras, os aspirantes talentosos, e os... hã... "um-dia-chegam-lá-mas-tem-que-comer-muito-arroz-com-feijão". Kléber Albuquerque e seu primeiro CDSabem que de 1989 a 2000, a quantidade de SHOWS que foram autênticas pagações de MICO, que eu fui acompanhando a galera só pra dar aquela força pro amigo que tinha um trabalhinho bem chinfrim COUBE NOS DEDOS DAS MINHAS MÃOS? Rita Ribeiro e seu segundo CDFaçam as contas, senhoras e senhores, pelo menos 1 show a cada três sábados durante 11 anos... Ou eu tenho um MAL GOSTO MUSICAL infernal e sou um puxa-saco impossível (sim, isso não me escapou), ou sou um cara terrivelmente sortudo, ou sofro de memória seletiva que me faz esquecer micos infernais (o que, convenhamos, é IGUALMENTE SORTE!!!), e no final das contas, me sinto duplamente agraciado por ouvir músicas que me ajudaram e me ajudam a enxergar o mundo num estado de bem com a vida, e a querer partilhar este bem com as outras pessoas, amigos ou meramente conhecidos!


  3. Fiz pouquíssima coisa em quadrinhos. No início, cometi alguns episódios do meu personagenzinho, o tema deste blog aqui. Elucubrei muita coisa, fiz pornozinhos, arte-finalizei algumas coisas, participei de fanzines, mas, como vocês leitores daqui já puderam constatar, história pronta que é bom... cadê? só blocos de rascunhos, anotações, pensamentos masturbatórios, etc. E um desenho que tinha que comer muito muito arroz com feijão para ser profissional, e até hoje tem problemas sérios de produtividade (ô preguiça do caramba). Meeeeu como é que eu me formei? Só ficava fazendo isso na faculdade!!!Entretanto, não sei se POR FORÇA da minha gentileza com as pessoas (sou muito suspeito, mas me parece que não sou o único a ter essa opinião), ou mesmo pelo valor de minhas idéias sobre quadrinhos de aventura, SEMPRE TIVE PASSE LIVRE ENTRE AS EDITORAS, E NUNCA NINGUÉM ME NEGOU PORTAS PARA EU PUBLICAR MEUS TROÇOS! Todos esses velhos filhas-da-puta SEMPRE RECLAMAM não ter oportunidades, que ninguém me dá uma chance, a choradeira básica. Eu ia no extremo oposto: SEMPRE me convidavam pra fazer as coisas, em parceria, eu desenhando... até mesmo eu escrevendo. Eu não aceitava pelo simples e singelo fato de não conseguir produzir. Isso pra mim é sorte, apenas faltou a minha participação, para preencher esta oportunidade.


  4. Essa é a mais séria: Frequentei a convivência do José Roberto Pereira como amigo desde 1986, desde a casinha lá rua Japurá. E acompanhei o cara durante anos e anos, frequentávamos o círculo do Peixoto, Nagado, William de Godoy, Reisangue, Orlando, essa turma toda. Naqueles tempos éramos amigos de andar em turma. Tínhamos lá nossas diferenças, e eu tinha uma mentalidade burgueeesa de dar raiva... (até hoje). E produzi algumas coisinhas pro Zé e o pro Peixoto nos tempos dos pornozinhos, não era desenho, era diagramação e letras. Perdi contato com o BK lá na época da publicação da Battle Angel Alita com o Franco de Rosa. Nessa época casei, aí foi natural parar de procurar a turma. E aí veio a internet e passei a acompanhar os rastros do Zé nos newsletters de quadrinhos, até reencontrei com ele "online", e descíamos o sarrafo juntos em idéias medíocres (típico, vinte anos vendo esse pessoal, e é incrível como certas atitudes se perpetuam de geração para geração) de moleques despreparados perpetuando-se no despreparo. Vi o florescer e a queda das Cavernas do BK e do Pasto Coletivo, nessa época só sendo mero leitor, nem acenava pra ele dizendo "oi, estou aqui". No pasto coletivo, posts sobre a vida, a formação do Zé, a convivência com Peixoto, Nagado, as querelas, broncas, os podcasts. E eu vi coisa pra dedéu... acompanhei mesmo. Tá, beleza Aoki, você é puxa e putinha do Zé Roberto... e qual é "The Big Deal"? Qual é a grande sorte na sua relação com o José Roberto Pereira, vulgo Black Knight, BK e JRP?



    Em cerca de DEZ anos de BK na internet, ELE SÓ DISSE ALGUMA COISA SOBRE FERNANDO AOKI DO FINAL DE 2008 PRA CÁ!

    Tudo bem, tudo bem, essa minha sorte acabou. Aguarde BK soltando os podres do Fernandinho!!!! MAS, SOU OU NÃO SOU O CARA MAIS SORTUDO DO MUNDO?

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Elogio ou crítica? nunca censuro nada, mas... não ABUSE! hehehe