quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

A verdade está pra fora.... ponha essa vergonha pra dentro da calça, menino!!!!

Senhores espectadores e comentaristas, trocando tiros no blog de nosso lúcido e alucinado JRP durante uma discussão sobre um hoax acerca da mansão do Edir Macedo, cometi duas observações que definitivamente merecem estar aqui num post próprio, para fomentar discussões mais pertinentes ao tema:



Por que o ser humano precisa de uma religião?



Desmond Morris, antropólogo, especulou em seu famoso livro “O Macaco Nu” que a necessidade de crermos numa entidade de liderança, transcendental, e acima da existência humana provém de uma EVOLUÇÃO da organização social primata, baseada na existência do MACHO ALFA líder do agrupamento familiar. Em linhas gerais, ele desenvolve a tese de que, ao precisarmos melhorar nosso sistema de alimentação expandindo da mera coleta de frutos e folhagem (gorilas e chimpanzés fazem isso até hoje) para a CAÇA DE ANIMAIS, nossa organização coletiva tendeu a aprimorar os sistemas de colaboração entre os membros.

E cá entre nós, dá pra ter colaboração com um filho de uma puta sendo o macho alfa, o reizinho, o DEUS do bando? MUUUUITO DIFÍCIL!!!! Obviamente tinha espertinhos e oportunistas, que fingiam cooperar pra não levar na bordoada, mas nem todo macho do bando tinha sangue de barata…

É incrível como essa alteração de paradigma entre a espécie proto-humana teria fluído de maneira intuitiva*, sem teorização, só prática mesmo: a figura do Macho Alfa líder inconteste do grupo foi sendo reformulada… o líder do grupo de caça passava a ser visto como outro membro da coletividade, ainda com “estrelas na lapela”, claro… Mas a projeção coletiva forjada no inconsciente animal que gerava aquela organização social em que TINHA QUE TER E RECONHECER UM BENDITO DE UMA LIDERANÇA SUPREMA, MACHO-ALFA, foi… transferido! Deslocado da pessoa “proto-humana” para alguém, uma força superior, fora de controle, fora do grupo, acima do grupo… algo poderoso, de vontade incontrolável, incompreensível, merecedor de temor e respeito: NASCIA O CONCEITO DE DEUS !!!!!


O Afundamento das religiões: o culto ao fuscão preto!!!



Graças à ajuda do JRP, acho que comecei a montar a igreja do Alma de Aço: “sua salvação por meio da crença nos poderes de um ser criado única e exclusivamente pelo casamento entre tecnologia e imaginação humana do vigésimo-sétimo século do calendário cristão, que surge perdido numa terra estranha, longe dos seus, cuja busca pelas suas origens trará a revelação definitiva dos mistérios da vida e da morte, de maneira inequívoca, factível e pormenorizada e racionamente explicada e reduzida a um mero manual de instruções ao alcance de todos!”

Fiés, sigam-me! E conheçam a verdade.

Os infiéis e descrentes podem simplesmente se sentarem e aguardarem a inevitável chegada da verdade na forma de uma alucinação coletiva que tomará todo o globo terrestre como uma concha de vidro, escuro como um óculos de sol, por onde os observadores de qualquer canto do planeta, qualquer país, qualquer montanha ou mar, qualquer um sempre verá, na mesma posição, cinco estrelas desenhadas no formato do cruzeiro do sul da bandeira do Brasil como se fosse um vazado na película…

…e aproveito para comunicar a todos que chacinarei de forma torpe, vil e sanguinolenta qualquer paramédico ou atendente da Samu, ou serviços particulares de saúde, que se aproximar do meu espaço de trabalho ou de minha residência, procurando por mim sem que eu o tenha chamado.

Um comentário :

  1. >>>enquanto isso, no blog do JRP...

    Farkasember (20:03:19) :

    Vou te ajudar a reformular o Alma-De-Aço:

    Faz ele como um Andróide desenvolvido como arma de defesa de um país qualquer, mas que ficou descontrolado e agora luta contra os humanos, mas ao invés dele sair aniquilando todo mundo (que nem no Terminator) ele fica obrigando os humanos a cultuar ele como se ele fosse um DEUS e quem não cultuar, ele vai lá e mata e ainda filma e coloca na Televisão pra todo mundo ver e se cagar de medo.

    Pronto, se você ganhar grana com essa história não esquece de me dar uma porcentagem.

    <<<<<

    ResponderExcluir

Elogio ou crítica? nunca censuro nada, mas... não ABUSE! hehehe